Os 5 pontos fundamentais de um bom contrato emocional

Os 5 pontos fundamentais de um bom contrato emocional

Um bom contrato emocional é baseado em um compromisso genuíno com nós mesmos. Se não nos amamos, o contrato emocional se desfaz. Se eles nos alimentam com manipulação e negatividade, o contrato emocional se quebra. Devemos aprender a administrar bem a nossa vida e o delicado universo das emoções .

A palavra 'contrato' deve ser entendida como um acordo entre duas pessoas que se comprometem a oferecer algo e receber algo em troca. Porém, no mundo emocional, essa transação é muito mais íntima, além de necessária. Estamos falando sobre aqueles acordos fundamentais que devemos fazer conosco para sobreviver, para defender a nossa dignidade e lutar pela nossa felicidade.



Aceito meus medos, meus altos e baixos emocionais e incertezas. Porque estou disposto a aceitar uma vida fluida, perplexa e emocionante. Carl Rogers

Se analisarmos o tema dos contratos emocionais, perceberemos que muitos de nós aceitamos contratos baseados na desigualdade. Parte disso faz parte da infância. Há crianças que aceitaram injustamente que 'não são amadas'. Conseqüentemente, uma vez adultos, carregam consigo o pior compromisso de todos: o de não se amarem.



Nas relações de casal, firmamos acordos implícitos nos quais, quase sem nos darmos conta, nos encontramos prisioneiros. Aceitamos um contrato emocional onde a manipulação, o egoísmo e o desprezo são cláusulas escritas em letras minúsculas, que inadvertidamente assinamos com um amor cego cheio de esperança .

las mujeres menopáusicas tienen antojos



São dimensões dolorosas e complexas que devem ser enfrentadas com um bom contrato emocional que garanta nossa dignidade e nosso pleno direito de lutar para sermos felizes. Convidamos você a refletir sobre os 5 pontos fundamentais de um bom contrato emocional.

deja que la vida te altere

árvore

Um bom contrato emocional deve sempre ser respeitado

Um bom contrato emocional exige, antes de tudo, empenho, coragem e uma vontade clara de começar a ser quem realmente somos. Talvez essas dimensões pareçam fáceis de colocar em prática. Na verdade, não são: os pontos deste contrato são delicados e complexos.



São as seguintes:

1. Um bom contrato emocional às vezes requer a quebra de outros contratos emocionais

O legado de nosso sistema familiar está cheio de compromissos indesejados que aceitamos inadvertidamente. Mesmo se considerarmos nossas raízes como uma unidade, como uma rede formada por nossos pais, irmãos , primos, tios, há aspectos dos quais talvez devêssemos nos livrar.

Devemos considerar que, hoje em dia, continuamos obedecendo ao nosso cérebro primitivo. É ele quem nos diz que “se deixarmos o clã, não sobreviveremos”.

Contudo, Às vezes é necessário quebrar certos laços ou laços . Se nosso pai, mãe ou outros membros da família estabeleceram um contrato emocional baseado na dor, medo ou imposição egoísta, é hora de encerrá-lo.

garota no carrossel

2. Devemos nos amar acima de tudo

A autoestima é a tinta indelével que nos permitirá assinar o melhor contrato: o da força interior, da autodefesa, do amor próprio.

Muitas pessoas parecem continuar, mas na realidade estão destruídas por dentro. Secretamente ferido. Quebrado intimamente.

todo sobre las tramas de mi madre

Devemos levar em consideração o fato de que, se não nos amarmos, buscaremos o apoio e a aprovação de outras pessoas. Você não precisa. Não esqueçamos que se colocarmos a nossa vida nas mãos dos outros, corremos o risco de perder tudo e este é o pior contrato que podemos assinar na vida.

Vamos nos amar. Vamos nos amar acima de tudo . Só quem se ama é digno de ser amado.

3. Um bom contrato emocional requer acordos com aqueles que nos rodeiam

Viver significa chegar a um acordo, estabelecer limites e harmonizar nosso universo com o dos outros. Somos almas obrigadas a conviver, a construir nossa felicidade nos espaços comuns, por isso é preciso pactos.

Não concordo com o que você diz, mas defenderei seu direito de dizê-lo até a morte. Voltaire

Um bom contrato emocional é realizado com assertività . Precisamos esclarecer nossas necessidades, respeitando os pensamentos, desejos e valores dos outros.

cómo se hace la meditación trascendental

Um bom pacto é feito com um coração sincero que se defende e que ao mesmo tempo é intuitivo para escolher a melhor opção.

Gustav Klimt

4. Diga 'sim' sem medo e 'não' sem culpa

A autoconfirmação sem agredir é uma atitude e um comportamento que devemos praticar todos os dias, como quem segue uma alimentação balanceada e pratica esportes. Dizer “sim” sem medo e “não” sem culpa é muito mais do que um bom exercício de higiene mental e sobrevivência.

Faz parte do nosso contrato emocional, é um compromisso fundamental que, sem dúvida, nos permitirá criar ambientes mais respeitosos para sermos muito mais felizes.

5. Não temos que ser nossos próprios inimigos

Sabemos reconhecer predadores externos, aqueles que nos prejudicam, aqueles que nos tornam vulneráveis. Contudo, nem sempre conseguimos identificar com facilidade quem pode se tornar um inimigo terrível: nós mesmos .

Um bom contrato emocional requer muitos elementos:

  • Temos que aceitar a nós mesmos, nossas forças, nossas fraquezas, nossas virtudes e todos os erros que cometemos.
  • As desculpas não devem nos prender no lugar dos sonhos perdidos.
  • Merecemos tudo o que queremos.
  • Não vamos esquecer que não somos melhores do que ninguém e ninguém é melhor do que nós.
  • Vamos parar de nos sabotarmos, somos responsáveis ​​por nossas vidas e devemos abandonar o 'não posso', 'não sou capaz', 'melhor se deixar', 'isso não é para mim'.
mulher-com-rosas-no-cabelo

Como você pode ver, as cláusulas desse contrato emocional nem sempre são fáceis de cumprir. Porém, é imprescindível assiná-lo, é preciso comprometer-se a se cuidar e a se amar. Fazer isso não é um ato de egoísmo, é a força vital da dignidade e a base da felicidade.

O que as pessoas positivas fazem para escapar das energias negativas?

O que as pessoas positivas fazem para escapar das energias negativas?

Algumas pessoas conseguem manter o otimismo mesmo nos ambientes mais tóxicos. O que as pessoas positivas fazem para escapar das energias negativas?